Está aqui

Como coleccionar relógios de bolso antigos

Artigo
Relógio de bolso
Créditos Imagem
Licença: 
CC Attribution-ShareAlike 2.0

Apesar de terem aparecido pela primeira vez no século XVI (história do relógio), a mecânica, a funcionalidade e o design dos relógios de bolso foram-se aperfeiçoando progressivamente até ao século XIX, quando atingiram o auge da sua popularidade. A forma e utilização mais prática dos relógios de pulso fizeram com que os relógios de bolso fossem guardados. No entanto, hoje continuam a gozar de um status, autenticidade e classe muito próprio e são o sonho de qualquer coleccionador. Está à espera de quê para começar já a coleccionar?

Aprenda

Uma colecção de relógios de bolso antigos não é como uma colecção de postais ou de canetas, onde a quantidade ganha muitas vezes à qualidade. Enquanto artigo de coleccionador por excelência, antes de iniciar uma colecção de relógios de bolso deve familiarizar-se com este mundo, ou seja, com os diferentes tipos e modelos existentes, os principais fabricantes e, claro, quanto vale o quê. Existe muita biografia online e offline (revistas especializadas, guias, livros…) sobre este hobby e aconselha-se que devore tudo, comparando fontes, informações e preços.

Decida

Por esta altura já algum modelo ou marca captou a sua atenção e ainda bem! Há que definir que tipo de relógio de bolso antigo vai coleccionar e, claro, adjudicar um orçamento. Depois, pode voltar as suas atenções exclusivamente para essas peças!

Observe

Esteja atento aos diferentes preços praticados e consulte mais do que uma fonte, ou seja, compare valores, pergunte nas comunidades online, visite uma relojoaria conceituada e ligue para os anúncios que muitos coleccionadores colocam em jornais. A ideia não é procurar a melhor “pechincha” do mercado, mas sim um relógio de bolso antigo que realmente vale a pena o valor que lhe é atribuído.

Coleccione

A compra do seu primeiro relógio de bolso antigo, aquele que vai inaugurar a sua colecção, é sempre um momento alto, por isso, não passe à frente nenhuma das etapas anteriores para não cair no risco de comprar um relógio do qual se vá arrepender ou, pior, que pode desanimar e fazê-lo esquecer a colecção por completo. Claro que com cada compra bem-sucedida, e não só, vai aprender e aperfeiçoar a arte que é adquirir peças de colecção. Esteja sempre atento a novas fontes e oportunidades.

Cuide

Cuide da sua colecção de relógios de bolso antigos da mesma forma que faz com aqueles que utiliza diariamente. Não se esqueça que estas peças valorizam com o tempo, por isso, quanto mais bem conservadas estiverem, melhor!

Antes de comprar, não se esqueça de…

  • Perguntar quem é o fabricante, onde e quando foi produzido o relógio. Grande parte dos relógios de bolso antigos têm um número de série que é muito útil para situar a peça na história, medir a sua raridade e atribuir-lhe um valor aproximado. Isto também para não correr o risco de comprar uma cópia em vez de um original!
  • Descobrir a história e o(s) proprietário(s) por de trás do relógio. Um conhecimento (mais ou menos aprofundado) sobre as suas origens e por onde andou até chegar às suas mãos não tem preço.
  • Averiguar se o relógio ainda funciona com peças inteiramente originais ou se já foi alvo de alguma reparação e qual.
  • Saber durante quanto tempo seguido funciona o relógio e se dá horas independentemente das diferentes posições em que possa ser colocado (virado para cima, para baixo ou na vertical).
  • Informar-se sobre o material que compõe a caixa do relógio de bolso e se esta apresenta sinais de desgaste – isto é especialmente importante quando se trata de caixas banhadas em ouro.
  • Perguntar sempre se o relógio tem ou não defeitos para depois não ter uma surpresa desagradável.
  • Saber se o relógio de bolso tem algum acessório próprio, caso do fio original. Se tiver, é sempre melhor adquirir ambos.
  • Ter cuidado com as descrições vagas. Se parece demasiado bom para ser verdade, provavelmente é! Ver aquilo que pretende comprar. Se estiver a comprar online, peça para ver fotografias actuais do relógio de bolso (frente, verso e de lado). Se for a uma loja de antiguidades, feira ou relojoaria, tanto melhor, pode ver o relógio com os seus próprios olhos e mãos. Se efectuar a compra online, verifique a pontuação dos diferentes vendedores e leia as opiniões de outros compradores.
A sua votação: 
Média: 4.5 (77 votos)