Está aqui

Os Relógios Mais Loucos – Formas Originais De Apresentar O Tempo (parte 2)

Artigo
Os Relógios Mais Loucos

Na semana passada trouxemos-lhe alguns dos mais loucos relógios dos últimos tempos, no que diz respeito à forma de apresentar o tempo. Aqui, a tradição e o normal ficam à porta, e apenas há lugar para a criatividade e inovação.

Hoje, trazemos-lhe a segunda parte desta nossa selecção.

Mas mais do que o impacto visual que têm estes relógios, e para além do efeito estético que produzem, é necessário ter em conta o trabalho técnico que foi necessário para assegurar que estas diferentes e divertidas formas de apresentar o tempo não perderiam a sua exactidão e funcionalidade primária.

Conheça alguns dos mais invulgares relógios no que diz respeito À forma como apresentam as horas e os minutos. Relógios que foram fruto de muita criatividade, muita perícia e experiência e, claro… também de uma boa dose de loucura!

Ludovic Ballouard – Upside Down

Olhe bem para o relógio e veja se nota algo estranho. É a foto que está ao contrário? São os numerais no marcador? Ou todos menos um?

O ponteiro central apresenta os minutos de forma tradicional. Às 6 horas (não confundir com 9!) um pequeno mostrador próprio para os segundos. As horas são apresentadas de uma forma extremamente original.

Como pode ver, todos os numerais se encontram virados ao contrário. Todos… menos um, que é precisamente o que apresenta as horas actuais. Neste caso, são 11 horas; assim que passarem uns minutos e chegarem as 12 horas, o marcador “11” girará, virando-se ao contrário, e o marcador “12” fará o mesmo, posicionando-se correctamente. Para facilitar a mais rápida identificação da hora actual, ao girar, cada marcador exibe um pequeno ponto azul.

MB&F – HM3 Frog

A Horological Machine nº3 da MB&F é inspirada num insólito animal: um sapo. Mas é fácil perceber essa inspiração. Duas enormes cúpulas – os característicos olhos do anfíbio – apresentam separadamente horas e minutos; no vidro safira que as protege está marcada a indicação “H” e “M”, que permite identificar o tempo actual. Tal como a visão do sapo, que vê constantemente para todas as direcções, o relógio também permite a leitura do tempo a partir de qualquer direcção.


Swarovski – D:Light

Esta peça está na fronteira entre um relógio e uma peça de joalharia… talvez até mais inclinada para a segunda. Mas a forma de apresentação do tempo é também ela original.

A pulseira desta peça da Swarovski é composta por 171 cristais Xilion (criação exclusiva da marca); normalmente, será apenas isso mesmo, uma pulseira com a beleza a que a conceituada marca de cristais já habituou o mundo. No entanto, carregando no botão lateral, os cristais iluminam-se durante alguns segundos, apresentando o tempo actual em formato digital através de um azul electrizante.

O D:Light vem ainda dotado de uma base especial para recarregar a pilha do movimento de quartzo, o que o transforma num belo relógio de secretária.


Urwerk – UR-203

O sistema já é comum na Urwerk, mas nunca deixa de ser interessante. O sistema central de três braços apresenta as horas: cada braço tem um cubo na ponta, que vai girando entre si. A hora actual é apresentada na face de cima do cubo do braço inferior, que apresenta ao mesmo tempo os minutos enquanto vai passando pelo marcador inferior.


Van Cleef & Arpels - Le Pont des Amoreux

O relógio “Le Pont des Amoreux, da Van Cleef & Arpels, não se limita a apresentar o tempo: conta uma história de amor. Dois amantes combinaram encontrar-se numa ponte da mais bela cidade do mundo, e vão-se aproximando à medida que o tempo passa – e com isso é apresentado o tempo neste relógio feminino.

Em plena ponte, os dois protagonistas deste romance funcionam como os ponteiros do relógio, ambos de função retrógrada: à esquerda, ela indica as horas; à direita, ele responsabiliza-se pelos minutos. O encontro estará marcado para a meia noite(inevitavelmente, também ao meio dia), mas ele, mais impaciente, vai confirmar de hora em hora se a amada já chegou. O encontro final durará apenas breves segundos, findos os quais separam-se os amantes e regressam ao ponto de partida, mais afastados que nunca, para reiniciar a caminhada.

A beleza desde relógio viria a conquistar os especialistas, que o elegeram como o melhor relógio para senhora de 2010, no Grande Prémio de Relojoaria de Genebra desse ano.


Clique aqui a primeira parte desta selecção!

A sua votação: 
Média: 5 (1 vote)