Está aqui

Relógios Police

História
Relógio Police

A empresa italiana De Rigo foi fundada em 1978, e depressa se tornou uma das maiores especialistas mundiais na concepção e fabrico de óculos. Desde então comprou dois importantes grupos ópticos (a espanhola General Óptica e a britânica D&A), e é a fabricante das gamas de óculos de sol de marcas como Pirelli, Guess, Jean Paul Gautier, Loewe, Tommy Hilfiger, Gant, Fila, entre muitas outras. É também detentora de três empresas próprias. A mais antiga é precisamente a Police.

Criada em 1983 como a marca própria do grupo, também em Itália, começou a sua actividade exclusivamente dedicada a colecções de óculos escuros. O nome surgiu precisamente inspirado no tipo de óculos usados pela polícia norte-americana, esse pormenor tão típico e característico.

Desde sempre, a Police foi uma marca com o objectivo de dar uma resposta às exigências da moda, oferecendo novas soluções sempre modernas e actualizadas, algo essencial para qualquer “fashion victim”. O sucesso e consequente crescimento da marca veio dar origem à criação de outros tipos de colecções, como joalharia, malas e acessórios em pele, uma gama de perfumes, e obviamente, uma colecção de relógios.

Os relógios Police foram lançados aquando da comemoração do 20º aniversário da marca, trazendo para o pulso o estilo e sentido da moda que vinha a desenvolver desde a sua criação. Tal como as restantes gamas, são colecções jovens e urbanas, viradas para um estilo – ou melhor dizendo, “o estilo” – quotidiano e casual. No total são mais de 40 modelos organizados em três colecções, Classic, Street e Fashion, cuja denominação traduz o espírito do relógio em questão. Todos os modelos são de quartzo, a grande maioria electrónico mas com algumas excepções automáticas; são também todos analógicos, ainda que alguns modelos tenham, adicionalmente, um mostrador digital.

A colecção Classic é, como o nome indica, a mais sóbria. Elegante e formal, inclui presentemente doze modelos analógicos, muitos deles com múltiplos mostradores para a indicação, também analógica, de dia da semana e do mês. Apenas um relógio, o Police Mission, é mais elaborado: tem cronógrafo e indicação de fuso horário.

A colecção Street é mais casual, espontânea e desportiva. Todos eles analógicos e novamente com múltiplos mostradores, são mais arrojados no design, e mais elaborados nas funcionalidades. Muitos dos modelos estão munidos de cronógrafo, alarme, e outras opções típicas neste tipo de relógios.

Os relógios Police Fashion levam mais longe os conceitos de estilo, design e moda. Analógicos e básicos nas funcionalidades, destacam-se pelo seu look inovador e diferente, as características que são, afinal, as mais importantes para o tipo de público a que se dirigem.

Aspecto comum a todos os modelos das três colecções, todos eles têm diferentes variações de si próprios, seja apenas na cor da caixa ou do mostrador, ou mesmo na pulseira (habitualmente em alumínio ou em pele), o que aumenta ainda mais a diversidade e o leque de escolha. Qualquer que seja o seu estilo, o mais provável é que encontre um relógio Police que encaixe perfeitamente nele.

E o preço é também fácil de encaixar: sem edições limitadas ou colecções especiais, o modelo mais dispendioso ronda os €250 | R$600, com o preço médio das colecções a situar-se nos €150 | R$360.

Marca: 
A sua votação: 
Média: 4.2 (41 votos)