Está aqui

Relógios Timex

História
Relógio Timex
Licença: 
CC Attribution-NonCommercial-ShareAlike 2.0

O Grupo Timex teve a sua origem em 1854, na empresa Waterbury Clock, no Connecticut, uma região que nessa altura era conhecida como a “Suíça da América” no que tocava a relógios. Hoje mantém a sua sede na mesma cidade, mas está presente em todo o mundo, com filiais e unidades de produção no Canadá, México, Reino Unido, França, China, India e Filipinas.

Depois do boom dos relógios de bolso entre meados do século XIX e início do século XX, a Waterbury Clock iniciou a produção de relógios de pulso durante a I Guerra Mundial. Em 1933, fez história ao criar o primeiro relógio do Rato Mickey (os ponteiros eram as próprias mãos do rato mais famoso de sempre!) com uma licença exclusiva por parte da Walt Disney. Mesmo a meio da Grande Depressão, em poucas anos venderam-se dois milhões de exemplares, que hoje são valiosos coleccionáveis.

No entanto, foi apenas na década de 40 que a empresa alterou o seu nome comercial para Time Company e, a partir de então, foi sempre a crescer! Nos anos 50, a Timex apostou fortemente na publicidade, onde realçava sempre a durabilidade e a resistência dos seus relógios ao submetê-los a testes muito radicais – desde colocá-los dentro do congelador ou amarrado a uma tartaruga num tanque de água, a atirá-lo de um precipício ou deixá-lo durante dias dentro do saco de um aspirador sempre a trabalhar. Os americanos renderam-se e, no final da década, um em cada três relógios adquiridos nos Estados Unidos era Timex, que ficou mundialmente conhecido pelo slogan "takes a licking and keeps on ticking".

No início dos anos 60, a Timex lançou a marca feminina "Cavatina" e, graças aos seus preços competitivos, convenceu as mulheres que era mais vantajoso investir em vários relógios Timex – um para cada ocasião – do que em apenas um relógio de luxo. Uma estratégia de marketing que deu os seus frutos, impulsionando a empresa a fazer mais e melhor. Em meados da década de 70, a Timex já tinha vendido mais de 500 milhões de relógios e estava presente em cerca de 250 mil lojas – fez história com estes números, uma vez que nenhum produtor de relógios alguma vez conseguiu alcançá-los.

A Timex sobreviveu à invasão dos relógios mecânicos baratos que chegaram do Extremo Oriente, assim como dos relógios de quartzo digitais provenientes do Japão, e que assolaram o mercado entre meados dos anos 70 e início dos anos 80. Na década de 80, e em parceria com a Sinclair Research Lda., a Timex lança-se no mercado dos computadores mas, e apesar das boas receitas, decide dedicar-se exclusivamente aos relógios. Em 1986 apresenta ao mundo o lendário "Ironman Triathlon", um modelo desportivo que, no primeiro ano de distribuição, tornou-se o relógio mais vendido nos Estados Unidos.

Em 1982 volta a fazer história com o lançamento do primeiro relógio do mercado com ecrã electroluminescente – um sucesso estrondoso que ainda hoje se reflecte, uma vez que 75% dos relógios Timex estão equipados com a luz Indiglo. Seguiu-se o relógio Data Link em 1994 que, para além de dar horas,

tinha agenda e a capacidade de armazenar números de telefone e outras informações pessoais – dados que eram possíveis passar para o computador graças a uma parceria com a Microsoft que desenvolveu o software necessário.

A aposta nas novas tecnologias continuou, com a criação de relógios equipados com PDA, GPS, pager e funcionalidades desportivas (registo de quilómetros percorridos, calorias queimadas, ritmo cardíaco…).

Hoje, a Timex Corporation é conhecida como Timex Group, emprega mais de 7500 pessoas nos quatro continentes e já vendeu mais de um bilhião de relógios.

Marca: 
A sua votação: 
Média: 4.3 (36 votos)