Está aqui

Breguet Le Revéil Musical – a sinfonia do tempo

Notícia
Breguet Le Revéil Musical

A histórica marca de relógios Breguet apresentou a sua mais recente obra de arte, intitulada Le Réveil Musical. Este surpreendente relógio encontra-se recheado de deliciosos pormenores baseados na música, e uma fantástica complicação que é, muito literalmente, música para os seus ouvidos: uma minúscula caixa de música.

Quando pressionado o botão posicionado às 10 horas, o relógio Le Réveil Musical tocará uma composição musical durante 20 a 25 segundos. Como foi possível inserir tal complicação numa caixa com apenas 48 milímetros de diâmetro e 16,3 de espessura?

O engenho e a criatividade são já características típicas da Breguet, pelo que, afinal, não será assim tão surpreendente que tenham criado um novo sistema de caixa de música, assente não um cilindro com pinos, como é típico, mas transformando-o num disco. Quando accionado, o disco gira lentamente, passando os pinos pelo pente com 15 dentes, fazendo soar a harmoniosa melodia. Este disco é nem mais nem menos que o verso do mostrador, o que significa que também ele girará quando accionada esta complicação, que pode também ser programada para tocar de forma automática numa hora pré-definida.

A inspiração musical não se fica por aqui, e revela-se em dois outros belos pormenores: a base do ponteiro dos segundos termina numa clave de sol, e a parte lateral da caixa exibe, a toda a volta, uma pauta musical.

Se estes pormenores são o prato principal, os pormenores mais técnicos do relógio em si não são também de ignorar. O Le Réveil Musical insere-se na colecção Classique Complication, fazendo companhaia a alguns dos melhores relógios existentes. Baseado no movimento Calibre 0900, inteiramente desenvolvimento pela Breguet, integra já o inovador escape de silicone e a famosa mola de balanço criada pela marca (e usada por tantas outras): a sua precisão, fiabilidade e qualidade geral são inquestionáveis.

De corda automática, tem uma carga máxima de 55 horas, cujo estado é apresentado numa pequena abertura às 3 horas que permite ao utilizador saber se a carga actual é suficiente para activar o mecanismo musical. E, caso não o seja, nem permitirá fazê-lo, para que a sinfonia nunca fique a meio!

Individualmente numerada, a caixa (em ouro branco ou amarelo), inclui pequenas aberturas que aumentam a qualidade da audição da música, sem no entanto beliscar a impermeabilidade do movimento, quer a pó, quer à água, resistindo até profundidades de 30 metros. Às 9h30, uma outra abertura indica o estado do alarme (activado ou não).

No seu todo, um relógio surpreendente, que certamente não desiludiria Rossini, Rachmaninov ou Rubinstein, famosos compositores que, além da paixão e talento musical, tinham em comum serem orgulhosos proprietários de… claro, relógios Breguet.

Marca: