Está aqui

Concord C1 EternalGravity – flamboyant… em tudo

Notícia
Concord C1 EternalGravity

A Concord já nos habituou a peças fora do vulgar que rompem todas as barreiras no que é tradicional – sobretudo no aspecto visual. Quem se poderá esquecer do incrível C1 QuantumGravity que já tivemos o prazer de apresentar? Com um histórico destes, já nada nos deveria surpreender, vindo desta marca. Mas foi exactamente isso que aconteceu com o novíssimo EternalGravity.

A Concord caracteriza este novo relógio como flamboyant, e de facto não parece haver melhor adjectivo para o descrever. Tudo nele é espantoso, ou não estivesse incrustado com um total de 403 pedras preciosas, com um peso combinado de 25,31 quilates. Mas quem conhece a Concord, sabe que qualquer relógio desta marca não se poderia ficar pelo valor dos diamantes, e a verdade é que o seu interior é tão gritante como o exterior.

A já conhecida caixa de grandes dimensões (48,5 milímetros) surge, nesta versão, em ouro branco, inteiramente incrustada com diamantes de colocação invisível – isto significa que em nenhum ponto é visível qualquer suporte ou aplicação que prende os diamantes à caixa.

O mostrador principal – horas e minutos – encontra-se descentralizado, inteiramente decorado com diamantes brancos e negros – estes últimos assumindo a tradicional marcação das horas – produzindo um espantoso efeito luminoso. No canto oposto, encontra-se um mais modesto marcador do cronógrafo flyback, accionado pelo botão já junto à pulseira, sensivelmente às 7 horas. Às 2 e às 8 horas estão, respectivamente, o indicador de tensão da mola e da reserva de marcha, que atinge, na carga máxima, 84 horas.

O mostrador encerra a sua beleza com uma faixa circular de cornalinas vermelhas em corte baguette, aliando a funcionalidade à beleza num efeito, novamente, flamboyant.

À semelhança do QuantumGravity, também o EternalGravity ostenta orgulhosamente um maravilhoso turbilhão vertical como que ausente do relógio. Aqui posicionado às 4 horas, pode ser observado por uma abertura independente, reproduzindo nas suas microscópicas peças as mesmas cores do mostrador. Integrada na jaula do turbilhão está um marcador digital que exibe os segundos, permitindo assim uma leitura imediata e exacta do tempo. O calibre manufacturado C100 de corda manual pode ser observado no seu máximo esplendor através do verso, onde um vidro safira – tal como à frente – protege os seus delicados elementos.

O arrojo técnico alia-se ao estético, produzindo um efeito difícil de igualar e de resistir. O Concord C1 EternalGravity é, afinal… flamboyant em todos os seus pormenores.

Marca: