Está aqui

Louis Moinet – Jules Verne Instrument: a lua ao seu alcance

Notícia
Louis Moinet

Acaba por ser difícil encontrar um elemento único de destaque na mais recente criação da Louis Moinet. Será o revolucionário chronosystem, que revoluciona o manuseamento de um cronógrafo? Ou a forma como este relógio parece directamente extraído do imaginário de Júlio Verne? Ou talvez o facto de ter nele um pedaço da lua? Qualquer que seja, o Jules Verne Instrument faz jus à vida e obra do fundador da marca.

Louis Moinet foi um destacado mestre na primeira metade do séc. XIX. Professor do Louvre, Presidente da Sociedade de Cronometria de Paris, autor do Traite d'Horlogerie, a mais importante obra horológica do século, e ainda mentor e conselheiro do próprio Abraham Louis Breguet. Moinet dedicou toda a sua vida e obra à criação, à invenção e reinvenção, apostado – destinado – a levar a fronteira do conhecimento humano mais além. Não existem bases histórias que o fundamentem, mas será difícil de imaginar que ele próprio tenha inspirado Júlio Verne?

O Jules Verne Instrument é um cronógrafo automático tão fantástico quanto as aventuras dos heróis de Verne. O seu design retro-futurista, parcialmente inspirado em desenhos do próprio Louis Moinet, encerra um movimento exclusivo que oscila a 28,800 vibrações por hora com 44 horas de carga máxima.

O Jules Verne desdobra-se em duas versões, Instrument 1 e Instrument 2. Exibem ambas, às 12 horas, um contador cronógrafo de 30 minutos, com o respectivo contador de 12 horas no extremo oposto; às 3 horas, a data e às 9 horas, os segundos.

A diferença entre ambas as versões faz-se em dois pormenores, também eles inspirados nas obras de Júlio Verne: o Instrument 1 exibe um segundo fuso horário às 9 horas, no interior do visor de segundos, enquanto o Instrument 2 está equipado com medição parcial do tempo, com um ponteiro split-seconds.

Verdadeiramente inovador é o seu sistema de accionamento do cronógrafo, através de uma pequena alavanca retráctil. Às 9 horas, de lado, o hidden secret que transporta este relógio para as aventuras de 'Da Terra à Lua': numa escotilha encerra-se um verdadeiro pedaço da lua, extraído do meteorito lunar Dhofar 459, cuja origem foi atestada pela Universidade da Califórnia.

Em caixa de ouro rosa, aço 316L e titânio de nível 5, ambas as versões estão disponíveis com mostrador branco ou preto, num total de quatro opções, todas elas numa edição limitada de 60 exemplares cada. O preço é de €13,500 | R$34,500 no caso do Instrument 1 e €14,000 | R$36,000 no de Instrument 2. Mas vendo bem as coisas, será assim tanto para poder dizer que parte da lua é sua?

Marca: