Está aqui

Oris celebra a lenda do jazz Oscar Peterson

Notícia
Oris Oscar Peterson

Ao longo dos anos, a Oris tem vindo a demarcar-se pelas suas edições especiais destinadas a várias celebridades – os embaixadores da marca – na sua maioria ligados ao mundo do desporto. Desta feita, a Oris criou dois relógios que homenageiam um dos maiores artistas de sempre do jazz, o pianista Oscar Peterson.

O primeiro destes relógios, simples nas suas funções (apenas data, às 6 horas), revela-se o tributo à vida e carreira de Peterson. O mostrador, desenhado com o apoio da sua viúva, lembra as teclas de piano – nos marcadores horários – e, ao centro, o vinil, no qual Oscar Peterson lançou mais de 200 álbuns.

Além dos marcadores em forma de teclas de piano, estão também incrustados os numerais romanos (uma preferência pessoal do pianista), com um sublime pormenor: o VIII é de ouro, numa referência aos 8 Grammys que conquistou. Ao centro, a inevitável assinatura desta edição, que no verso exibe o logo da lenda e a numeração desta edição limitada a 1925 exemplares – o ano em que nasceu.

Mais especial é o segundo relógio, que aos mesmos elementos estéticos acrescenta um cronógrafo e tem a certificação cronómetro. Este é já limitado a 97 exemplares, tantos quantas as teclas do piano Bösendorfer, os preferidos de Peterson.

Ambos os modelos estão equipados com movimentos mecânicos automáticos em caixa de aço, e são entregues numa caixa especial em madeira, com certificado de autenticidade e um DVD especial.

Nascido no Canadá em 1925, a carreira de Oscar Peterson ultrapassou as quatro décadas, quer a solo, quer em conjunto com outros grandes nomes. O seu legado ultrapassa os 200 álbuns e reúne um total de 8 Grammys, incluindo um prémio honorário em 1997, e vários doutoramentos honoris causa.

O mundo da música, e em especial do jazz, jamais esquecerá Oscar Peterson. A homenagem agora feita pela Oris é, por isso, inteiramente justificada.

Marca: