Está aqui

Vencedores do Grand Prix d'Horlogerie - Melhor relógio de design

Notícia
Harry Winston: Opus 9

Harry Winston Opus 9

Já há muito que a colecção Opus da Harry Winston nos surpreende com os seus relógios, que levam ao extremo a genialidade horológica. A mais recente adição à colecção, o Opus 9, faz juz ao seu legado, e não se fica por menos: foi eleito o melhor relógio de design de 2009 no Grand Prix d'Horlogerie de Genève.

Com o Opus 9, o tempo é movido a diamantes. Dizê-lo não é uma figura de estilo, mas antes uma descrição literal: o tempo é mesmo movido a diamantes. As horas e os minutos são apresentados através de duas correntes paralelas, à esquerda para as horas, à direita para os minutos, cada uma delas com 33 diamantes em baguete, intercalando granadas-mandarim para indicar a posição actual.

Isto significa que à já necessária precisão do movimento (mecânico automático), junta-se uma igualmente importante e crucial precisão na lapidação das peças, que assumem um papel bem mais importante que o meramente ornanamental. Está em causa o desenvolvimento de um funcionamento completamente inovador e singular – não totalmente inédita, pois já antes foram usados mecanismos baseados em correntes, mas nunca constituidas por diamantes.

Se tudo isto não for suficiente, temos ainda o design lindíssimo da caixa, em ouro branco, focando o seu centro não nos ponteiros de que se abdicou, mas na grande obra que é o Opus9.

Limitado a 100 exemplares, cada um a rondar os €150.000 | R$385,000, é um justíssimo vencedor da categoria melhor relógio de design.