Está aqui

de Bethune DB25 Moon Phase

Notícia
de Bethune DB25 Moon Phase

Na senda de nomes como Hysek ou Maîtres du Temps, a de Bethune é também uma marca recente – criada em 2002 – apostada em se impôr no mundo da alta relojoaria, aliando tradição à inovação. Até agora, tem feito um excelente trabalho, e para o provar traz-nos o DB25 Moon Phase, um relógio que tem tanto de belo como de engenhoso.

À primeira impressão, deparamo-nos com um mostrador clássico prateado, com ponteiros e numeração romana em azul celeste, que combina na perfeição com o dourado da caixa em ouro. Mas logo se realça, às 12 horas, a complicação que dá nome ao modelo: o indicador tridimensional da fase lunar. O pequeno mostrador, feito e pintado à mão e decorado com estrelas, exibe no centro a esfera que, rodando pelo seu próprio eixo, indica a fase lunar, com uma precisão tal que apenas irá desviar 1 dia em 122 anos. Esta esfera, feita de aço e platina, é também ela feita e pintada à mão, e constitui a maior atracção visível do DB25 Moon Phase.

Sim, visível, porque no seu interior há uma outra inovação também ela marcante. O movimento mecânico manual, uma adaptação do DB2105 que serve de base aos restantes modelos da colecção, incorpora uma roda de balanço de silicone. As características naturais deste material, como o seu reduzido peso e a diminuição da resistência, e em conjugação com outras inovações anteriores da marca, permitem o melhoramento da precisão do relógio – aquele que é, afinal, o derradeiro objectivo da indústria relojoeira.

Esta é a primeira vez que é utilizada uma roda de balanço deste material num movimento produzido em série. Tradição e inovação.

Marca: