Está aqui

Tissot Visodate 1957 Automatic – o regresso de um clássico

Notícia

Seis décadas após o lançamento do célebre Visodate Automatic, a Tissot traz de volta o seu clássico, mantendo vivo o espírito puramente clássico, conciliando-o com os avanços que a tecnologia testemunhou desde então.

Criado em 1953 já como um marco, no âmbito das celebrações dos 100 anos da marca suíça, incorporava uma funcionalidade rara e difícil de conseguir – e, como tal, símbolo de prestígio para o relógio, marca e proprietário: a data, num movimento automático.

Quase 60 anos depois, a Tissot faz regressar do passado este ícone da sua história, utilizando nele os materiais modernos e avançados que o passar do tempo permitiu, mas ao mesmo tempo mantendo vivo o espírito clássico original do Visodate, que se destaca sobretudo no seu visual simples e belo, extremamente formal e elegante: até o logótipo regressou, sendo exibido aquele que a Tissot utilizou nos anos 50.

O movimento automático baseia-se no calibre 2839-2 da ETA, e permite uma carga máxima de 42 horas. A caixa é feita de aço inoxidável, disponível nas opções prateada e dourada, para combinar com o visor, igualmente disponível nas opções preta com ponteiros e indicadores horários dourados, e branca com elementos prateados. A pulseira, em pele de crocodilo, está também disponível em preto e castanho.

Trata-se, em suma, de um regresso de saudar, constituindo uma excelente alternativa para quem procura um verdadeiro relógio suíço de qualidade, mas ao mesmo tempo a preços bem mais acessíveis que aqueles a que a alta-relojoaria nos habituou. O Tissot Visodate 1957 Automatic não deverá chegar aos €750 | R$1750.

Marca: